CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > TRABALHADORES NO ABC APROVAM GREVE DIA 19/2

Trabalhadores no ABC aprovam greve dia 19/2

08/02/2018

“É greve dia 19! Se a gente não fizer luta em cada canto desse país eles vão aprovar a reforma da previdência”, alerta o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre

Escrito por: Érica Aragão / CUT Nacional

A greve no dia 19 contra a Reforma da Previdência foi aprovada, por unanimidade, em assembleia popular realizada na noite desta quarta-feira (7), na frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

Além dos metalúrgicos do ABC, várias outras categorias regionais e estadual, parlamentares municipais, estaduais e federais, movimentos sociais e populares estiveram presentes na assembleia popular que deflagrou a greve para barrar a proposta de reforma da Previdência, prevista para ser votada entre os dias 20 e 28, como anunciou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“É greve dia 19! Se a gente não fizer luta em cada canto desse pais eles vão aprovar a reforma da previdência, que não só acaba com a aposentadoria, mas também desampara os trabalhadores e trabalhadoras nos casos de acidente de trabalho”, destacou o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre.

Ele anunciou o resultado da assembleia dos trabalhadores em transportes de São Paulo, que já aprovaram a greve no dia 19. “Em cada canto desse país acontecem assembleias de várias categorias para também deflagrar greve!”.

Nobre também informou o resultado da reunião que a CUT e demais centrais tiveram com o deputado Rodrigo Maia nesta quarta (7) para pedir a retirada da proposta da reforma da Previdência da pauta do Congresso Nacional e alertou: “o recado do governo foi bem claro: quando tiverem os 308 votos necessários para aprovar a proposta da ‘deforma' da Previdência vai ser votada e aprovada. Estão ameaçando tirar recursos federais de prefeitos,governadores e vereadores caso não pressionem os deputados para aprovar a reforma”, denunciou.

O governo queria aprovar a reforma da previdência no ano passado, mas não conseguiu os votos necessários e está adiando e ganhando tempo para conseguir 'convencer' os deputados e deputadas a aprovarem o fim da aposentadoria.

A luta em defesa do Lula ser candidato também foi lembrada na plenária que fechou a rua próximo ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC), considerada simbólica para as lutas contra a ditadura e em defesa da redemocratização do País no final dos anos 70 e começo da década de 80.

O presidente do SMABC, Wagner Santana, lembrou da importância das mobilizações e greves que a classe trabalhadora vem fazendo para barrar a votação e disse que já que o governo anunciou a data de votação o Brasil vai parar!

"A greve acontecerá já que o governo ilegítimo insiste em aprovar esta reforma, que, na verdade, é uma deforma. Uma proposta rejeitada pela maioria dos trabalhadores. Temos que mostrar nas ruas a nossa contrariedade. Daqui até o dia 19 construiremos a forma com as paralisações irão acontecer", destaca.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br