CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > GRUPO PÃO DE AÇÚCAR LIDERA RANKING DE RECLAMAÇÃO NO PROCON-SP EM 2017; VEJA LISTA

Grupo Pão de Açúcar lidera ranking de reclamação no Procon-SP em 2017; veja lista

04/04/2018

Em 2º lugar ficou o grupo Vivo/Telefônica, seguido por Claro/Net/Embratel. Número total de reclamações fundamentadas caiu 1,4% no ano passado, para 54.780

Escrito por: G1

Grupo Pão de Açúcar, que reúne Casas Bahia, Extra e Ponto Frio, liderou o ranking de empresas que mais geraram reclamações de consumidores no estado de São Paulo no ano passado, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (28) pela Fundação Procon de São Paulo. Em 2016, a companhia tinha ficado na 2ª colocação.

O ranking lista as empresas ou grupo de empresas que mais geraram reclamações fundamentadas, ou seja, queixas de consumidores não solucionadas no primeiro atendimento e que geraram a abertura de processo administrativo.

Ao todo, 709.424 consumidores recorreram aos Procons do estado, gerando 54.780 reclamações fundamentadas, recuo de 1,4% em relação ao ano anterior. Em 2016, o número de queixas fundamentadas somou 55.539.

Segundo o Procon, os processos não resolvidos incluem reclamações simples a obrigação da empresa entregar corretamente os produtos vendidos.

O segmento com o maior número de reclamações foi o de telecomunicações, seguido por instituições financeiras, telefonia, móveis e seguros.

O ranking é dominado por empresas do varejo, concessionárias de telefonia e energia, e bancos.

Veja a lista das 10 empresas com mais reclamações em 2017:

  1. Grupo Pão de Açúcar, com 4.722 reclamações fundamentadas: 3.643 atendidas e 1.079 não atendidas
  2. Grupo Vivo/Telefônica, com 4.081 reclamações fundamentadas: 2.299 atendidas e 1.782 não atendidas
  3. Claro/Net/Embratel, com 3.008 reclamações fundamentadas: 2.099 atendidas e 909 não atendidas
  4. TIM Celular, com 1.759 reclamações fundamentadas: 1.274 atendidas e 485 não atendidas
  5. Bradesco, com 1.537 reclamações fundamentadas: 861 atendidas e 676 não atendidas
  6. Eletropaulo, com 1.295 reclamações fundamentadas: 551 atendidas e 744 não atendidas
  7. Itaú Unibanco, com 1.111 reclamações fundamentadas: 447 atendidas e 664 não atendidas
  8. Sky, com 1.004 reclamações fundamentadas: 644 atendidas e 360 não atendidas
  9. Oi, com 905 reclamações fundamentadas: 587 atendidas e 318 não atendidas
  10. B2W (Americanas/Submarino/Shoptime/Sou Barato/Lojas Americanas)l, com 883 reclamações fundamentadas: 505 atendidas e 378 não atendidas
     

Já em termos de percetual de reclamações não atendidas, o Itaú Unibanco ficou na liderança, com fatia de 60% de queixas não solucionadas, seguido por Eletropaulo (57%), Bradesco (44%), Vivo/Telefônica (44%) e B2W (43%).

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br