CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA | CONTRACS/CUT REFORÇA A LUTA POR UM PAÍS MAIS JUSTO E IGUALITÁRIO

Dia da Consciência Negra | Contracs/CUT reforça a luta por um país mais justo e igualitário

18/11/2020

O empenho para que os negros e negras tenham participação nos espaços de poder é uma luta por visibilidade, reconhecimento, representatividade, mas sobretudo pelo direito à vida

Escrito por: Paula Morena

No Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de novembro, além de rememorar os feitos de Zumbi dos Palmares, a Contracs/CUT se une às demais organizações que combatem o racismo e defende a extrema necessidade de debater, protestar, denunciar e propor medidas que desconstruam os entraves no desenvolvimento e na ascensão social dos negros e negras no Brasil.

Vivemos em um país com 520 anos de história, sendo que 388 foram vividos sob a sombra da escravidão que, além da intensa violência física e simbólica, submeteu o povo negro a um regime de demasiada exploração e desumanização.

A comemoração da data se reveste de grande e significativa importância, pois visa descontruir o mito da democracia racial; reafirmar a excepcional contribuição da população negra na formação da nossa nação; impor uma resistência, que perdura através dos séculos, contra o projeto genocida das elites nacionais e internacionais, além de denunciar as marcas da escravidão ainda vigentes na atualidade.

Lamentavelmente, estudos comprovam que a escravização está explicitada em nosso país, a exemplo da população carcerária brasileira, predominantemente composta por negros. Também, aos trabalhadores negros são pagos os menores salários e são os jovens negros os que mais morrem pelo extermínio da polícia e de milícias. O feminicídio também cresce entre as negras, com um aumento de 15% no índice de homicídios nos últimos 10 anos na contramão da redução de 8% entre as não negras.

Neste contexto, a Contracs/CUT defende que o empenho para que os negros e negras tenham participação nos espaços de poder é uma luta por visibilidade, reconhecimento, representatividade, mas sobretudo pelo direito à vida. Por isso, repudiamos o racismo, as violências e violações de direitos que acometem  a juventude negra, mulheres negras, populações quilombolas, indígenas, ciganas e comunidades periféricas. Também nos posicionamos em defesa dos movimentos sociais e de suas bandeiras de lutas contra o racismo, machismo, LGBTfobia, intolerância religiosa, Estado de exceção, violências simbólicas e desigualdades estruturantes.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br