CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > MAIS UMA MULHER MORRE NO BRASIL VÍTIMA DE FEMINICÍDIO

Mais uma mulher morre no Brasil vítima de feminicídio

06/03/2018

CUT repudia morte a facadas pelo marido da professora Cenira Angélica

Escrito por: Redação CUT

A professora Cenira Angélica Ventura, de 39 anos, é mais uma vítima do feminicídio no Brasil. Ela foi assassina pelo marido, que começou a agredi-la dentro de casa e terminou em via pública, onde foi encontrada no chão com pelo menos 20 perfurações feitas por golpes de arma branca. O caso ocorreu na cidade de Viçosa, em Alagoas.

“As motivações mais usuais nos casos de feminicídio, como foi o caso da companheira Cenira, são o ódio, o desprezo ou o sentimento de perda do controle e da propriedade sobre as mulheres, segundo a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT, Junéia Martins.

"Cenira foi morta de forma brutal pelo marido, considerado por vizinhos e conhecidos como um homem ciumento e agressivo", lamenta Junéia.

Brasil ocupa 5º lugar no ranking

Com uma taxa de 4,8 assassinatos a cada 100 mil mulheres, o Brasil ocupa a quinta posição em um ranking de 83 países com maior índice de homicídios femininos, segundo dados do Mapa da Violência 2015 (Cebela/Flacso).

O estudo mostra que dos 4.762 assassinatos de mulheres registrados em 2013 no Brasil, 50,3% foram cometidos por familiares, sendo que em 33,2% dos casos o crime foi praticado pelo parceiro ou ex-companheiro.

Junéia diz que é preocupante o feminicídio cometido pelo próprio parceiro e lembra que, "geralmente, para se chegar a um estágio grave como esse, que resultou na morte de uma mulher, outras violências domésticas e familiares ocorreram antes".

"É justamente isso que precisamos evitar. Toda e qualquer forma de opressão contra as mulheres no lar, no trabalho e na vida", ressalta a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br